HISTÓRIA

CONHEÇA NOSSA
Bistrô das Meninas - Logo P.png

Noemi Delpasso e Renata Nesti

elementos1.png

AS MENINAS DO BISTRÔ SÃO

Noemi é a chef de Cozinha do Bistrô. Sua trajetória começou no Rio de Janeiro, cidade onde nasceu, quando - com formação técnica em administração - teve a oportunidade de trabalhar como estoquista e compradora do Gula Gula do Barra Shopping. O escritório com vista para a cozinha e o convívio com a equipe de nutricionistas trouxe grandes aprendizados sobre o funcionamento integral do negócio. Mas foi como Caixa no Restaurante Le Rouge, sendo a única mulher da equipe, que teve seu primeiro contato com a culinária francesa. Uma grande amizade com o maître da casa possibilitou que ela fosse apresentada a sabores que nunca havia provado antes. Em seguida, aconteceu a primeira oportunidade de estagiar em uma função de cozinha, na confeitaria do Philippe Brye em Copacabana - e então a paixão pelos doces se instaurou. O próximo voo da carreira Noemi foi abrir o Café Severino dentro da Livraria Argumento do Rio Design - mas o que o destino guardava para esse momento era algo diferente. Trabalhando lá ela conheceu e se apaixonou pela Re, que trabalhava como vendedora e já nutria o sonho de morar em Visconde de Mauá.

 

Renata Nesti é publicitária de formação e responsável pela administração do Bistrô das Meninas. Sua trajetória profissional passa também pelo cinema e pela escrita, com vários cursos na área de roteiro. Sua primeira viagem para Visconde de Mauá foi com a família em 85; depois com os amigos de faculdade em 95. Desde então, passou a visitar a cidade com mais frequência e nasceu o desejo de um dia morar lá como escritora.

Foi nesse encontro da Noemi (com 26 anos) e da Re (com 25) no café da Livraria Argumento que nasceu a ideia de abrir um Bistrô no interior. O primeiro nome do estabelecimento que veio ao mundo em 2003 era "La Saveur de Vanille" -  o sabor da baunilha - em Francês. Por mais de 1 ano depois da inauguração, Noemi ainda ficou entre Rio e Visconde de Mauá para cursar Gastronomia. Quarta feira à noite subia a Serra da Mantiqueira para abrir o bistrô de quinta a domingo; segunda-feira descia e começava tudo outra vez.

Vivendo o sonho na pequena cidade as duas foram se adaptando e conhecendo a realidade do lugar. A ideia de fazer pães veio de uma conversa com o dono da Fábrica de Chocolate local que contou que não havia uma panificação de qualidade na região - uma oportunidade. Desde então, a padaria vem ganhando espaço no DNA do Bistrô; contando, inclusive, com uma expansão física na loja em 2019.

"Bistrô das Meninas" virou apelido do "La Saveur de Vanille" entre os moradores da vila, porque a pronuncia do nome em francês era muito complicada. Aos poucos, acabou se tornando oficial. Hoje com uma equipe de cerca de 10 funcionários - que se identificam como uma verdadeira família - o Bistrô das Meninas segue em constante evolução. Cada vez mais comprometido com qualidade, inovação e questões fundamentais como a sustentabilidade e o seu papel social dentro da comunidade.

trig2.png
elementos4.png
DSC07369.jpg